IFRS e a Normalização do Controle Patrimonial

Segunda, 16 Maio 2016 23:36 Escrito por

O IFRS em Inglês,International Financial Reporting Standard, cuja tradução direta significa Padrões Internacionais de Relatórios Financeiros são um conjunto de pronunciamentos de contabilidade internacionais produzidos, publicados e revisados por organismos internacionais.

A idéia por detrás do IFRS é implantar modelos de contabilidade padronizados em diversos países e blocos comerciais para facilitar o comércio e entendimento financeiro internacional.

Um dos pontos-chave abordados pela pela IFRS é justamente a questão do controle patrimonial, em especial, o balanço patrimonial. A padronização do controle e balanço patrimonial das empresas foi desenvolvido principalmente para facilitar aquisições e fusões de empresas.

Como a economia está cada vez mais dinâmica e cada vez mais transações são feitas por meio virtual ( Internet ), os profissionais de contabilidade e gestão patrimonial não tem tempo a perder, a padronização vem justamente facilitar este ponto.

Com relatórios e termos padronizados nas diversas línguas, um profissional de controle patrimonial pode facilmente entender os dados repassados por um profissional equivalente de outro país, basta traduzir a língua dos documentos.

Como fazer a adequação ao IFRS?

Segunda, 16 Maio 2016 23:35 Escrito por

Uma grande dúvida que há decorrente ao IFRS, e a necessidade de fazer sua adequação. Mas primeiramente, o que é o IFRS?
A sigla IFRS é derivada da língua inglesa, e em seu idioma nativo é denominado: “Internation Financial Reporting Standards”, que pode ser traduzido de forma explicativa como um padrão internacional para relatórios de finanças.

Basicamente o IFRS é o conjunto de normas que seguem um padrão internacional que tem por objetivo garantir uma metodologia que possa ser entendida de forma mais clara, facilitando desta forma a análise do empreendimento em âmbito mundial.

Fica claro desta forma o papel da adequação ao IFRS por parte das empresas, pois garante grandes vantagens até mesmo para comprovar o real valor do empreendimento, facilitando assim acordos que visam até mesmo capital estrangeiro.

Porém, fica ainda a dúvida, esta adequação ao IFRS é obrigatória? Quando a mesma deve ser implementada?

Seguindo todos os parágrafos da lei 11.638/07, temos descrito a necessidade que os empreendimentos tem em apresentar o balanço patrimonial juntamente com as demonstrações contábeis de 2010 a partir de 2011. Assim como foi feito no ano de 2009, é necessário ressaltar que as empresas devem estar de acordo com as normas contábeis, singelamente pela necessidade de seguir a mesma metodologia de demonstração do ano decorrente com as mesmas características e padrões.

Em suma, a adequação ao IFRS é algo significativo ao setor, e deve ser implantando o mais rápido possível, afim de garantir um empreendimento moderno, de acordo com as normas e atualizado. Todo este processo de adequação ao IFRS o quanto antes é uma excelente prática de controle e gestão patrimonial.

Por que fazer Controle Patrimonial nas Empresas?

Segunda, 16 Maio 2016 23:33 Escrito por

Como todo profissional da área de gestão sabe, administrar uma empresa, seja qual for o seu tamanho e a sua área de atuação não é uma tarefa fácil.

Pagamentos, faturamento, despesas, o dia a dia da produção ou então o dia a dia da realização dos serviços, isso acaba consumindo a capacidade produtiva da equipe e sempre sobra pouco tempo para questões mais técnicas das gestão tais como o controle patrimonial.

Não que questões de ordem e questões práticas, não sejam importantes, pelo contrário, elas são vitais para a empresa, mais também negligenciar totalmente fatores como o controle patrimonial pode trazer as suas desvantagens.

Desvantagens e até mesmo punições legais.

Vantagens do Controle Patrimonial do Ponto de Vista Legal

A falta de registro contábil de bens dentro de uma empresa, decorrente de um controle patrimonial inadequado pode levar, nos casos mais graves, a autuação da empresa em um caso de Omissão de Receita.

Caso a empresa seja autuada por omissão de receita, em um eventual processo, vão incidir sobre ela além de todos os impostos não pagos, uma multa progressiva que vai sendo aplicada sistematicamente até que a empresa regularize sua situação.

Por isso sempre é vantajoso para a empresa do ponto de vista fiscal manter um controle patrimonial adeaquado e atualizado.

Calendário

« Junho 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30